Terceiro relato.

Poderia sair, me divertir e conhecer outras pessoas. Perfeitamente que sim. Aliás, é o que minha razão, raramente, me manda fazer e eu teimo em não obedecer.

 

Confissão.

Ouço apenas o meu coração. E ele chama por ti. Apenas por ti.

 

Fato.

Sinto uma vontade louca de largar tudo e buscá-lo, arrancá-lo dos braços de quem quer que seja e dizer que ele pertence a mim e eu a ele.

Só que não faço nada disso. A vontade, às vezes diminui, às vezes se intensifica e continuo aqui, vendo o tempo passar.

 

Beijos,

Mari








:1 :2 :3 :4 :5 :6 :7 :8 :9 :10 :11 :12 :13 :14 :15 :16 :17 :18 more »


Nenhum comentário em “Confissões – Parte 3”